Dicas Lavvi

24 de Julho de 2020

A localização valoriza um imóvel? Saiba como!

O que faz você considerar um imóvel bom o suficiente para se viver? Essa é realmente uma pergunta muito ampla, já que muitos fatores podem compor essa lista:condição, valor e, principalmente, localização.

 

Independentemente do tipo de imóvel que você está procurando – apartamento, casa, para comprar ou alugar -, o endereço é um dos principais pontos para a decisão e, inclusive, faz parte do seu objetivo.

Por exemplo, se a ideia é morar em um lugar mais tranquilo, o imóvel deverá ficar mais afastado de grandes centros e avenidas. Já se o sonho é mobilidade, pense em estar próximo a uma estação de metrô e principais vias de acesso.

E justamente por conta dessa importância toda, a localização é um fator de valorização no preço final do imóvel. Para entender melhor, acompanhe a gente aqui.

Quando a localização valoriza o imóvel?

imagem dos apartamentos da cidade de São Paulo
Principalmente em cidades grandes, como São Paulo, a localização de um imóvel é um fator importante para determinar sua valorização. Crédito: Kelsen Fernandes/Fotos Públicas.

É claro que ao escolher um imóvel nem sempre pensamos que um dia iremos vendê-lo.Mas, sem dúvida, a localização é um dos principais fatores que irá determinar sua valorização ou não.

Como isso funciona?

Imóveis mais próximos ao centro e que têm uma infraestrutura maior – fácil acesso a transportes públicos; com comércios e outros estabelecimentos ao redor e próximo a avenidas e principais vias -, custam mais caro.

Isso porque grande parte das pessoas buscam viver em um lugar que tenha fácil mobilidade para outras regiões (um ponto crucial em grandes centros urbanos, como São Paulo) e que ofereçam praticidade através de escolas, mercados,restaurantes e farmácias por perto.

E é esse grande interesse que resulta no maior preço do metro quadrado.

Por outro lado, bairros mais distantes e com uma infraestrutura mais reduzida tendem a ter uma valorização menor. Já que o interesse de grande parte da população é comodidade e a não necessidade de precisarem utilizar o carro para todas as suas necessidades.

Só que essas mesmas regiões com o metro quadrado mais baixo precisam ser vistas como uma ótima oportunidade de negócio. Pois elas possuem um grande potencial de desenvolvimento futuro e quem chegar antes de seu crescimento, sai ganhando.

Valorização do imóvel: uma visão a longo prazo

Placa de rua do largo do Brás com uma igreja atrás
A região do Brás é um exemplo de região que está passando por uma grande revitalização ao longo dos anos.

Bairros com uma valorização menor não só têm um preço mais baixo, como muitas vezes são regiões mais residenciais e mais tranquilas – o que para muitos são fatores de grande interesse.

Mas,muito mais que isso, são localizações que têm um grande potencial de desenvolvimento e crescimento, resultando em um altíssimo custo-benefício, uma vez que os imóveis se valorizarão junto às mudanças da localização.

Um grande exemplo é o Brás, bairro famoso pelas antigas fábricas e lojas de roupas e que é promissor por sua localização e infraestrutura existente - já conta com metrô, está na região central da cidade e fica próximo a grandes vias, como a Av. do Estado.

Não por menos, a Lavvi viu o potencial de transformação na região e começou esse processo com o projeto Praças da Cidade, através dos empreendimentos Piratininga, Praças Mooca e o Wonder by Praças da Cidade.

Conheça,abaixo, outras regiões que são case de sucesso em revitalização:

Vila Leopoldina

Até o começo dos anos 2000, a Rua Carlos Weber, na Vila Leopoldina, era um local com muitos galpões abandonados. A partir de 2010, a rua se tornou um lugar de prédios de alto padrão, restaurantes e bares, lojas e estrutura de alta qualidade.

Chácara Klabin

Nos anos 1990, a Chácara Klabin era apenas uma via de passagem para o litoral paulista. Desde 2011, também se tornou um polo de condomínios de alto padrão,trazendo um novo foco e significado à região.

Mooca

A Mooca por muito tempo era conhecida por ser um local com diversas fábricas e galpões. Uma realidade do bairro que durou anos, mas foi se transformando em uma região de imóveis com novos conceitos e alta qualidade. Um exemplo disso, é o Luzes da Mooca, lançado em 2005.

Esses são só alguns exemplos de como essas regiões não tão valorizadas podem se tornar verdadeiros tesouros escondidos na cidade.

Por isso, na hora de escolher seu imóvel, pesquise e veja o que especialistas dizem sobre as diversas localidades na cidade. E a Lavvi está aqui para te garantir mais que uma boa oportunidade de moradia, também um ótimo negócio para o futuro.

Fontes:

Revista Zap Imóveis

UOL Economia

Lavvi Youtube

Lavvi Incorporadora

Compartilhe:

Posts mais lidos

fale com corretor